Apresentando a nova solução da Aqua: Gerenciamento de Postura de Segurança de Kubernetes (KSPM)

Com a rápida adoção de nós de Kubernetes, surgiu uma consequência: simplesmente não há especialistas em K8s treinados o suficiente. Os ambientes Kubernetes aumentaram em tamanho e complexidade, expandindo sua superfície de ataque e, por fim, aumentando sua suscetibilidade à exploração. Dado que a configuração do K8s envolve diversos parâmetros ajustados por muitos usuários diferentes, o potencial para erro humano é grande. Então, o que você pode fazer sobre isso? Aplicar o Aqua KSPM à infraestrutura K8s.

 

O que é necessário para garantir a segurança de Kubernetes

Conforme o uso desta ferramenta continua a crescer, também aumenta sua taxa de configurações incorretas. Provavelmente, você tem vários clusters K8s em vários locais para gerenciar. Considerando que apenas um cluster em um local já é complicado o suficiente, o desafio de vários clusters usando serviços com componentes incontáveis ​​e milhares de opções de configuração é significativamente mais complexo. A única maneira de fazer isso de forma consistente, eficiente e sem erros repetidos é por meio da auditoria contínua dessas configurações, o que requer recursos automatizados e, portanto, aumenta os custos.

Há também um tópico emocional que precisa ser abordado – o erro humano. Os humanos cometem erros. A maioria dos desenvolvedores não são gurus de segurança de infraestrutura, e pequenas mudanças no upstream podem ter um grande efeito no downstream.

É um fato lamentável da vida de “nativos da nuvem” que não haja administradores K8s treinados e certificados o suficiente. E mesmo que você obtenha a certificação, isso não o qualifica automaticamente como um especialista em segurança. Isso ocorre porque o modelo de segurança de Kubernetes é multifacetado e não linear.

O Aqua KSPM

O KSPM permite que suas equipes de segurança e conformidade instituam e apliquem a configuração e governança orientadas por políticas, corrijam os riscos identificados e apliquem avaliação e aconselhamento de segurança contínuos para proteger seus aplicativos nativos em nuvem. O recurso de políticas de garantia do K8s permite gerenciamento eficaz para dar suporte à implementação. Agora você pode usar controles nativos de Kubernetes para aprovar ou impedir a implantação do pod, aproveitar dezenas de regras prontas ou personalizadas para usar com base nos recursos atribuídos aos K8s usando a linguagem Rego e importação do Open Policy Agent (OPA).

O novo fluxo de política Aqua no KSPM garante que suas cargas de trabalho passem por duas avaliações. Uma determina se o conteúdo de uma imagem (vulnerabilidades, segredos, malware, etc.) está fora de conformidade com as políticas de garantia. A segunda verificação aplica as políticas de garantia de Kubernetes com base na configuração de cluster e pod (como limites de recursos, capacidades, rede). Se qualquer imagem instanciada em um pod entrar em conflito com as verificações de política, ela será marcada como não compatível e, com base em suas políticas, impedirá a implantação das imagens em seu cluster.

Então, o que aprendemos?

A infraestrutura de Kubernetes é difícil de configurar. As superfícies de ataque estão se expandindo. Os especialistas em segurança do K8s são poucos e distantes entre si. Os humanos cometem erros. Aqua oferece a solução.

O KSPM pode ajudá-lo a proteger sua configuração de cluster K8s, entender e reduzir sua vulnerabilidade a ataques, aplicar corretamente o acesso de privilégios mínimos, corrigir riscos e manter a conformidade com suas políticas de garantia. Você também pode usar os recursos Rego e OPA para tornar mais fácil para as equipes de DevOps implementar suas políticas. O melhor de tudo é que estamos adicionando esses recursos com base no conhecimento existente. As políticas de garantia K8s e as avaliações do Apolicy aplicam regras bem pesquisadas que não apenas automatizam as verificações, mas também atribuem peso ao risco que representam para o seu ambiente.