Em 5 anos a receita do mercado de DCIaaS em nuvem vai crescer 100 vezes, de acordo com a IDC

Todas as iniciativas de transformação digital observadas nos últimos anos deixaram claro que o mundo corporativo exige uma infraestrutura moderna e apta para processos de TI avançados. Entre todas as inovações e transformações, a migração para a TI baseada em serviços é um dos elementos mais significativos, pois permite que as organizações utilizem a TI com mais eficiência para atingir as metas de negócios, buscar novas oportunidades e aprimorar a experiência do cliente. 

Até pouco tempo, quando se falava em TI baseada em serviço, pensava-se imediatamente em nuvem público. Desde o início da pandemia, diversos fornecedores de serviços em nuvem introduziram no mercado uma nova experiência cloud.  

A IDC, International Data Corporation, realizou um novo estudo intitulado “Dedicated Cloud Infrastructure as a Service, 2019–2025: Market Trends and Outlook”. O relatório aponta que o mercado global de infraestrutura como serviço em nuvem dedicada (DCIaaS) se tornará um mercado extremamente lucrativo, com receitas recorrentes anuais disparando até US $ 14 bilhões em 2025 – número mais de 100 vezes maior, comparado com 2020. 

A organização define DCIaaS como os recursos de computação e armazenamento que são implantados nas instalações do cliente e consumidos como um serviço, essencialmente uma nuvem pública projetada para operar fora dos ambientes tradicionais de data center.  

 
Como resultado, os provedores de serviços em nuvem mantêm a propriedade total do hardware e software da infraestrutura subjacente no modelo, tornando-os também responsáveis ​​pela entrega, atualizações e descarte no final das assinaturas.  

Outro importante insight presente no report é que as receitas recorrentes anuais mundiais para ofertas DCIaaS para computação e armazenamento saltarão de US $ 138 milhões em 2020 para US $ 14 bilhões no final de 2025, aumentando por uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 151,8%.  

“A crescente demanda por consumo de recursos de TI baseado em serviço desencadeou um amplo movimento dentro da comunidade de fornecedores de sistemas para apresentar uma variedade de ofertas para atender a essa demanda”, disse Natalya Yezhkova, vice-presidente de pesquisa para prática de Infraestrutura de TI da IDC.  

 

“Com as soluções de nuvem como serviço dedicadas, as empresas têm a oportunidade de trazer tudo o que gostam na nuvem pública para suas próprias instalações, ao mesmo tempo que mitigam as restrições e preocupações que têm com a movimentação da infraestrutura para fora das instalações.”  

 

O aumento previsto no mercado de DCIaaS ocorre com os gastos com infraestrutura em nuvem dedicada aumentando em 14,7% com relação ao ano anterior durante o primeiro trimestre de 2021, para US $ 4,8 bilhões, com 45,5% implantados nas instalações do cliente, de acordo com dados publicado pela empresa no início desta semana. 

 

Até o final do ano, espera-se que os gastos aumentem 14,7% para US $ 22,7 bilhões, enquanto as perspectivas de longo prazo apontam para um crescimento de CAGR entre 2021 e 2025 de 13,1%. 

 

Fonte: https://bit.ly/3hLKUfC