2022 e a segurança cibernética

Os anos de 2020 e 2021 foram marcantes para a segurança cibernética com o crescimento surpreendente dos ciberataques, especialmente do tipo ransomware. Segundo pesquisas, esse golpe representou cerca de 80% das notificações de risco. 

Entre os motivos a que podemos atribuir o aumento dos ataques ransomware, estão as ofertas de RaaS (Ransomware-as-a-Service), em que os cibercriminosos proporcionam o aluguel de códigos maliciosos em troca de um pagamento, que pode ser uma porcentagem recebida pelo resgate das informações por parte da vítima. 

Para 2022 os números de ataques tendem a se agravar e as táticas para extorsão devem se intensificar, por isso proteger a organização e seus dados não é apenas uma opção, mas um ponto crucial para sobrevivência do negócio. 

Entre as tendências da segurança cibernética, além do crescimento dos golpes ransomware estão: 

  • Aumento do uso de criptomoedas para pagamentos dos ciberataques; 
  • Ameaças de phishing com geolocalização; 
  • Ataques aos setores da saúde, financeiro e de ensino superior; 
  • Machine Learning; 
  • Segurança na nuvem; 
  • Conformidade com a LGPD; 
  • Complexidade e vulnerabilidades da cadeia de suprimentos aumentam; 
  • Botnets; 
  • Ciberterrorismo. 

E poderíamos citar ainda muitas outras frentes que as empresas precisam se atentar para o próximo ano. Desta forma, a segurança dos seus clientes precisa ser uma prioridade e para isso, conte com o portifólio completo de soluções oferecidas pela M3Corp. Fale conosco!