Marinha do Brasil adere a automação da gestão de fardamento

Uma das tarefas constantes da Marinha do Brasil é a entrega de fardamento aos militares. Acontece que, até alguns anos atrás, tudo era feito de forma manual – existindo mais de 3800 itens de fardamento atualmente, entre bonés, fardas, calçados, insígnias, e muito mais.

Percebendo a necessidade de facilitar o processo, foi proposto um projeto de modernização dos depósitos, com objetivo de trazer a inovação tecnológica e a transformação digital para as operações das instituições responsáveis por essa distribuição.

Para realizar essa automação, não foi pensado apenas na necessidade de aprimorar o fluxo de trabalho, mas também em como manter a segurança desses processos de toda a logística em escala nacional.

Além desse cuidado com a segurança, outro detalhe que precisou ser revisto foi a questão da padronização das etiquetas dentro do requerido pela OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), demonstrando mais uma vez a importância que a automação e a modernização dos processos têm adquirido.

Com até mesmo o Governo Brasileiro tomando ciência da importância desses pontos e realizando medidas para digitalizar operações, é evidente como esse mercado se aquece cada vez mais, trazendo consigo outro fator intrínseco: a segurança. Principalmente com a LGPD em vigor, é preciso se atentar muito na hora de automatizar certos processos que lidam com informações e/ou material sensível.

Quer entender melhor sobre as soluções e as maneiras de se aplicar a segurança de dados em processos de automação? Então entre em contato com a M3Corp e descubra os melhores parceiros da área, que são experts no assunto, e estão preparados para atender qualquer cenário.